Sem categoria

MINHAS RESOLUÇÕES DE ANO NOVO

Olá tudo bem?

Você já fez suas Resoluções de Ano Novo?

Fim de ano está chegando e nesta época, geralmente, fazemos um balanço daquilo que planejamos nas “Resoluções de Ano Novo”, e já começamos a planejar o ano seguinte.

Eu faço a lista do que quero para o próximo ano desde 2015, quando comecei a questionar o sentido de termos sempre novos ciclos na vida. Afinal um ano novo é um novo ciclo, assim como o aniversário, relacionamentos que acabam, outros que iniciam, nascimento de filho, enfim.

Eu comecei a entender que precisamos aprender com os ciclos que terminam para então fazer diferente naquele que começa. Só assim conseguiremos evoluir. Estamos aqui para isso, não é mesmo? Então dá para fazer reflexões em qualquer um dos exemplos acima.

E o que eu coloquei nesta lista das resoluções de ano novo?

Normalmente objetivos pessoais. Para as metas profissionais eu faço outro tipo de planejamento. Mas na lista pessoal sempre entram algumas coisas que acabam contribuindo para a evolução do meu negócio.

Então vou contar algumas das minhas resoluções para 2019:

  • Ler 1 livro por mês (eu lia uns 3 por ano) ✅
  • Acordar mais cedo (nunca tinha tentado depois que tive filho então, já achava que acordava cedo demais)   ✅
  • Meditar todos os dias 10 minutos (nunca tinha meditado antes, mas depois de um curso me propus essa meta)  ✅
  • Ficar pelo menos 1 hora com meu filho, para além da hora do banho, das refeições… queria dar 1 hora de atenção plena a ele, sem celular.   ✅
  • Fazer 1 hora de exercícios 3 x por semana (estava havia 2 anos sem me exercitar, depois do nascimento do Paulinho)  ✅
  • Fazer um trabalho voluntário (fazia pouca coisa e queria intensificar)   ✅
  • Fazer 2 cursos profissionais por ano (sempre investi em cursos) ✅
  • Fazer um diário meu (tinha começado um em 2018 e não tive muito sucesso)  ✅
  • Fazer um diário para o meu filho ❎
  • Reduzir o consumo de carne para 1 vez por semana ❎
  • Estudar inglês ❎

Bom, para todos os desafios que citei nesta lista era preciso ter disciplina.

E disciplina é treinável, ou seja, você consegue aprender a ter. Na verdade eu sempre digo que temos capacidade de aprender tudo na vida. Mas também é preciso dizer que não é fácil. Como você pode ver, nem tudo eu consegui; em alguns itens, consegui fazer apenas parte do que eu tinha proposto.

Então, vou contar um pouco sobre como consegui alguns desses itens, e compartilhar minhas reflexões para o que não consegui.

Inspiração

o Milagre da Manhã

Acordar uma hora mais cedo, meditar, me exercitar e fazer um diário fizeram parte do mesmo pacote.

O que me inspirou a fazer tudo isso foi a leitura do livro “O Milagre da Manhã”, de Hal Elrod.

Com o livro, entendi que era necessário um período de constância ininterrupta para programar um novo hábito. Os famosos 21 dias, porém o livro sugere 30, mas também ressalta que, algumas pessoas podem precisar mais do que isso. Para mim, 30 dias foram suficientes.

Então como treinar a disciplina? Com constância ininterrupta por um período inicial que pode variar para cada pessoa, de 21 a 60 dias.

O livro te dá todas as ferramentas para fazer isso. Por exemplo, é preciso ter plano B: eu saía para caminhar, mas quando chovia eu subia as escadas dentro de casa, então não tinha desculpa para não fazer.

Foi fácil? Não. E saber que não vai ser fácil, também é uma ferramenta para prever como vai reagir em um dia que não estiver tão animada.

Você precisa ter bem definido o seu motivo: para quê você quer acordar mais cedo? Fazer exercícios, ler livros etc. para quê?

Eu precisava de um momento para cuidar de mim. Depois que meu filho nasceu, não tinha tempo, era engolida pela rotina e isso já tinha afetado minha autoestima, estava acima do peso, me sentia indisposta e sem energia. Como ele sempre acordou muito cedo, por volta das 6h30, então eu precisava acordar antes dele para ter tempo de fazer tudo o que eu gostaria.

Foi difícil criar coragem, porque inicialmente eu achava que já acordava muito cedo. Mas consegui e isso me fez muito bem!

Leitura

Quanto à leitura do livro, o que me ajudou muito foram os audiobooks, e claro, ter uma rotina.

No meu canal do Youtube, fiz um vídeo que reúne várias dicas sobre isso.

Outra coisa importante, tive que rever minhas metas em alguns momentos. Foi o caso da meta de exercícios que era, inicialmente, uma hora 3 vezes por semana; não consegui. Tive que reduzir o período para 10 minutos, mas aumentei a constância para 7 dias, e então, depois que já tinha adquirido o hábito, aumentei o período para 20 minutos diários.

Então, aqui vai mais uma dica: comece pequeno. Escolha um tempo que te permita pensar: “ah, X minutos por dia eu tenho!”. Pode parecer pouco começar com 10 minutos, mas faz uma diferença e tanto. Eu consegui voltar a pesar o que eu gostaria!

Hábito Angular: você sabe o que é isso?

Outra questão importante de mencionar é que um pequeno hábito é capaz de se tornar um Hábito Angular.

O que é isso?

Sabe quando você faz uma caminhada, chega em casa e pensa: “já que eu caminhei, vou fazer um prato mais saudável”.

Ou:

“Já que caminhei a semana toda, vou dobrar o tempo no final de semana”.

Ou, ainda:

“Já que estou fazendo exercícios, vou reduzir o açúcar”.

E então o hábito angular desencadeia vários comportamentos positivos que vão te dando mais força.

Comigo foi assim. Chegou um momento em que eu já executava algumas tarefas sem perceber. Por exemplo, logo que entrava no carro, eu já colocava meu audiobook. Assim como esse, tantos outros comportamentos foram se tornando automáticos.

Atenção plena

atenção plena

Bom, sobre ficar mais tempo com meu filho, isso foi o que mais me trouxe alegria, satisfação, evolução, enfim, tantas coisas boas que é até difícil expressar.

Foi um período de transição. Saí do meu trabalho CLT e passei a empreender, trabalhando em casa. Tinha muito trabalho, não tenho equipe. Então a parte financeira, produção de conteúdo, atendimentos, divulgação fica toda comigo. Precisei estabelecer uma carga horária diferente para mim:

De manhã, começo a trabalhar às 7h30, e me dedico até 12h30; enquanto isso meu filho está em casa, com uma pessoa de minha confiança.

Então almoço, e na maioria das vezes ele já comeu. Dou banho nele e o coloco para seu sono da tarde. Tenho mais uma hora e meia para trabalhar.

Depois que ele acorda, minha atenção é dele, dou o lanche da tarde, brincamos, vamos ao parque do condomínio ou ao lago.

À noite, depois que meu marido chega, após as 20:30, trabalho mais uma hora. São aproximadamente 7 horas de trabalho. Mas hoje, entendo que tenho essa facilidade porque empreendo, e por isso tenho a possibilidade de fazer minha própria rotina.

Sei que essa pode ser uma ferida para algumas mães, que se sentem culpadas por não ter tempo para seus filhos. Eu sempre digo que quando nasce um filho, nasce a culpa da mãe.

Mas você pode dedicar-se ao seu filho com o tempo que tem. Dê 15 minutos que seja do seu dia, e coloque atenção plena a ele, sem celular! Brinque como criança, converse com ele, olhe nos olhos, você vai sentir as transformações… nele e em você!

Outra coisa, não consigo 1 hora todos os dias, e às vezes viajo a trabalho, e estou ausente.

Mas aprendi a parar de me culpar, isso não é bom para nenhum dos dois. E quando estou em algum projeto, que precisa maior dedicação minha, fico com ele ao menos 15 minutos, e para isso, também é preciso rotina e dedicação.

Desenvolvimento profissional

Outra meta que bati, e essa foi fácil, porque é um hábito que sempre tive: fazer 2 cursos de desenvolvimento profissional por ano. Fiz 8 no total!

Sei que isso pode ser difícil para algumas pessoas. Como trabalho com treinamento e desenvolvimento humano, percebo que há resistência, crença de que quem deve investir no seu desenvolvimento é a empresa etc. Muitas pessoas finalizam a faculdade e acreditam que já está bom. Uma coisa que acredito muito é que não podemos nunca parar de aprender.

O benefício do seu desenvolvimento, do conhecimento que você adquire é só seu. E como eu sempre digo: conhecimento é poder!

Já meu professor José Roberto Marques sempre diz que: “quem acha que está pronto, já pode morrer”.

O que eu não consegui:

Reduzir o consumo de carne: para mim, o que faltou foi um motivo forte para isso. Meu motivo principal era porque eu tinha refluxo, e os sintomas pioravam toda vez que consumia carne, porém com a atividade física e meditação, minha saúde melhorou como um todo, e aí não senti mais a necessidade de reduzir a carne.

Fazer um diário meu e do Paulinho: bom, o meu eu consegui fazer parte, queria ter feito mais. Mas fiz diário de gratidão e outros tipos que me ajudaram muito, porém não em todos os dias. Contudo reconheço que 70% da meta foi cumprida.

O do Paulinho eu nem comecei, não comprei nem o caderno do diário dele, o objetivo era registrar os momentos, as frases engraçadas, o desenvolvimento dele nesta fase que é tão linda de acompanhar. O que faltou? Definir uma rotina, deixei para quando sobrasse tempo, e esse é um recurso que nunca temos de sobra.

Estudar inglês: puxa, esse faltou a constância ininterrupta, eu comecei e parei, não fechei o ciclo de 30 dias e certamente eu preciso de mais do que isso. Mas a minha estratégia para 2020 é reduzir o tempo e fazer diariamente.

Finalizando, o que foi mais ou menos foi o trabalho voluntário. Ainda assim foi mais do que eu havia feito no ano anterior.

Sobre minhas reflexões, trago como lição ter menos metas! Assim como reduzi o tempo de exercício para ter constância, é preciso reduzir nossas expectativas também. São tantas coisas que conseguimos realizar, porém muitas vezes nos frustramos, porque aquela única tarefa não foi possível.

Enfim, é isso.

E você, tem o hábito de fazer reflexões no final de cada ciclo?

Consegue planejar o quer no novo ciclo que vai iniciar?

Tente. Apenas coloque no papel tudo o que deseja para sua evolução neste novo ciclo.

Se tiver dificuldade, hoje existem ferramentas certas para isso, para descobrir os seus porquês, para identificar em qual área da vida gostaria de dar mais atenção, enfim, se precisar de ajuda profissional, conte comigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s