Um bom planejamento e o ciclo do sucesso

Você sabe por que a maioria das pessoas não consegue alcançar seus objetivos e os sonhos que traçam para sua vida?

O principal motivo é a falta de planejamento.

Neste artigo eu vou dar dicas de tudo o que você precisa para fazer um bom planejamento.

Com elas, você poderá planejar o que quiser: metas de vendas, transição de carreira, passar em um concurso, ter mais tempo, mais qualidade vida, independência financeira, viajar uma vez por ano, enfim.

Depois de conhecê-las, você vai conseguir aplicá-las em qualquer área que queira. Em tudo mesmo, sério.

E ainda, preparei para você um Manual da Realização. São dicas e exercícios para você tirar aquele plano do papel e percorrer o ciclo do sucesso.

Mas ó, nada de ter preguiça, hein? Realização dá trabalho. Para todo mundo é assim. Não adianta querer milagre.

Aliás, milagres até podem acontecer. Mas você precisa fazer sua parte primeiro. E se em algum momento estiver muito difícil alguma tarefa, bem, aqui você vai ter dica para superar essa fase.

Mas lembre-se que todos que chegam ao ciclo do sucesso enfrentam suas dificuldades. Encarando-as, reconhecendo-as e pedindo ajuda quando é preciso.

Então bora lá? Vem comigo!

1- Escolha sua ferramenta

planejamento-caderno

O primeiro passo é escolher a ferramenta que vai utilizar para elaborar o seu planejamento.

Pode ser um caderninho, uma planilha no Excel ou até um aplicativo (hoje existem vários sobre planejamento).

O importante é ter algo que você revisite sempre, que esteja disponível para você consultar com frequência. Então, não vale fazer em um rascunho que vai ficar perdido numa gaveta ou vai parar no lixo.

Se for uma meta de vendas, por exemplo, vai precisar do Excel. Mas a maioria das empresas já possui um software de gestão.

Se for algo pessoal, um caderno serve, mas use-o exclusivamente para isso.

2- Encontre o real motivo

Encontre o seu motivo. Pergunte-se qual é o seu objetivo com essa meta que quer atingir.

Mas a resposta tem que vir lá do fundo. Para encontrá-la, a pergunta certa não é por que você quer isso, mas sim para que você quer isso?

Faça essa pergunta numa sequência direta para as primeiras respostas que aparecerem em sua mente, que chegará, digamos, ao meio da cebola. É isso. É como se você fosse descascando uma cebola para encontrar sua motivação mais profunda.

Planejamento - o real motivo da metaPor exemplo, você quer passar num concurso. Para que?

Para ganhar mais do que ganha hoje? Ok… para que você quer ganhar mais do que ganha hoje?

Para ter uma maior possibilidade de comprar as coisas que precisa? Ótimo! E para que aumentar seu poder de compra?

Para adquirir itens que te tragam mais segurança, como uma casa, um carro, por exemplo. Legal. Mas para que você quer ter mais segurança?

Para proporcionar o que não teve ao seu filho. Ahhhh, agora sim! Esse é o ponto.

Percebe como é possível descascar a cebola até encontrar o seu motivo?

Pensar nisso é o que vai te animar a estudar para passar no concurso. Pensar apenas em ganhar mais, não vai te motivar da mesma forma, afinal, sua vida não está tão ruim assim, não é mesmo?

Agora pensar em garantir mais segurança paro seu filho sim, vai te levar ao infinito e além.

3- Meta Smart

Agora vem uma das dicas mais importantes. Você já ouviu falar em meta Smart? A sigla vem do inglês e cada letra traz em si um significado, um caminho a seguir, um alerta.

Veja só, sua meta precisa ser:

S – Específica (specific)

tenha-metas-específicas-planejamento

Por exemplo, quer viajar? Para onde? Quer um carro? Qual? Quer mudar de carreira? Em que área quer investir?

Quer ter qualidade de vida… o que é qualidade de vida para você? Ah, quer trabalhar seis horas por dia e ter mais tempo para a família, então, seja específico. Analise muito bem o que você quer.

Veja como é possível aplicar esta técnica para atingir qualquer meta.

O principal é sair da generalização. Querer se alimentar de forma mais saudável apenas não é específico.

Agora querer comer carne só uma vez por semana, comer salada todos os dias, comer ao menos duas frutas por dia sim. Isso é específico.

Sacou? É preciso ser detalhista com sua meta. Lembre-se que o motivo para percorrer o caminho que te levará até ela, você já encontrou.

M– Mensurável (measurable)

Quer emagrecer, quantos quilos?

De quanto dinheiro precisa para fazer sua viagem?

Quanto precisa ser sua reserva para fazer uma transição de carreira?

Quanto quer vender por mês em seu negócio?

A – Atingível (achievable)

É realmente possível atingir o que você quer? Você fez uma pesquisa para ver se outros negócios têm resultados parecidos? Você sabe quanto tempo vai te demandar o estudo para passar num concurso?

Por exemplo, não adiantar querer emagrecer 5 quilos em uma semana. Isso não é atingível. Então, defina metas reais, que sejam possíveis de atingir.

R – Relevante (relevant)

O resultado que você vai ter se atingir seu objetivo precisa estar diretamente ligado ao que te motivou a iniciar esse projeto.

Ou seja, precisa ser algo realmente importante em sua vida.

T – Temporal (time)

caderno-lápis-relógio-planejar

Esse T da sigla vem de time, ou seja, sua meta precisa ter um tempo determinado. Se for algo atemporal (do tipo, ah, quando der eu faço, não precisa ser já), dificilmente ela sairá do papel. Às vezes, nem sequer chegará ao papel!

Estipule um prazo que seja alcançável, real e possível.

4- Divida sua meta em partes

planejamento-divida-meta-parte

Esta dica também está no artigo sobre Foco, justamente porque é realmente importante para que você consiga realizar sua meta.

Depois de definir o valor que ela tem para você, o tempo que vai levar para realizá-la e o prazo para realização, divida esse trajeto em pequenas partes.

Defina, digamos, “metinhas”. Qual será a primeira delas? Ou, em uma semana, quanto terá atingido dela? Se for meta de venda, pode ser uma divisão até diária.

5- Mapeie as possíveis dificuldades

businessman hand stop dominoes continuous toppled or risk with c

Planeje as dificuldades e os recursos que você dispõe, caso aconteça um imprevisto. Seja otimista, mas tenha sempre um plano B.

Pode haver interferências neste percurso? Mercado, saúde, enfim, tenha sempre uma lista de recursos que você possa utilizar caso precise e que te prepare para traçar uma nova estratégia.

Mapeie tudo que você precisa, tanto externamente quanto internamente.

Você pode identificar, por exemplo, que precisa ter mais foco, ser menos procrastinadora, ter mais criatividade, e aí você vai se desenvolver. Fazer um curso ou passar por um processo de Coaching e superar as crenças internas que estão te travando.

6 – Pense no “como”

Planejamento - saiba como fazer

De que forma você vai conseguir percorrer esse caminho até atingir sua meta? Qual estratégia vai utilizar?

Saber como vai realizar cada etapa de seu planejamento é fundamental para que você não se desanime. Muitas vezes, procrastinamos uma tarefa, justamente por não saber como realizá-la.

  • Então pense no que precisa:
  • Economizar algum dinheiro todo mês
  • Estudar tantas horas por dia
  • Inscrever-se em um curso ou faculdade
  • Fazer um programa de incentivo ou um treinamento para sua equipe

Considerando esse último exemplo, pense ainda, de que forma você vai fazer isso, se vai contratar alguém ou se vai estudar para fazer, se fará tudo isso junto, enfim, o como é muito importante!

7 – Acompanhe seu planejamento

Mapeie as dificuldades em seu planejamento

Esta dica é tão importante que ganhou um artigo só para ela.

Não adianta nada você planejar, fazer uma linda planilha no Excel ou colocar tudo no papel e resolver olhar para seu plano apenas quando percebeu que não vai chegar lá.

Meta é para ser vista e acompanhada.

Acompanhar vai te permitir ver onde está falhando, onde pode mudar, se está cumprindo o prazo, o valor, ou se é hora de aplicar o plano B para atingir o mesmo objetivo.

Muita gente simplesmente desiste porque não acompanhou, porque não foi capaz de criar uma nova rota, redesenhar alguns pontos, criar um novo plano de ação se aquele pensado inicialmente estava impraticável.

Pense num gerente de vendas que decide verificar se está atingindo sua meta apenas depois de 15 dias do início do mês. Se estiver abaixo do esperado, você acha que ele terá tempo hábil para fazer um novo plano de ação e trabalhar a motivação da equipe?

Possivelmente, não.

O acompanhamento daquilo que você planejou é ponto chave para que você consiga atingir sua meta.

Quer saber como fazer um bom acompanhamento, clique aqui.

O ciclo do sucesso

Já fez seu planejamento? Então é hora de seguir o ciclo do sucesso. Já citamos aqui duas etapas do Manual de Realização:

  • O planejamento
  • O acompanhamento.

Para realizar seus projetos é importante também

Para percorrer esse caminho com todo apoio, preparei cada um desses artigos com muito carinho. Se preferir, você poderá acessar um manual com 4 vídeos que vão te inspirar a planejar e realizar o que tem sonhado.

Para acessar é só clicar neste link. É tudo gratuito. E

Então clique agora, se inscreva, assista e REALIZE. Você pode compartilhar com quem quiser!

Aqui tem conhecimento de qualidade e gratuito para quem quer REALIZAR.

Um comentário em “Um bom planejamento e o ciclo do sucesso”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s