lupa-foco-flores

Por que você não tem foco?

Você saberia responder, antes de tudo, se é uma pessoa que tem foco?

Muitas vezes, ao final do dia percebemos que não fizemos nem mesmo a metade do que havíamos planejado. Já passou por isso?

Dentre os motivos mais comuns que geram esse desajuste está a falta de foco.

Foco significa ter nitidez. Pense só, como fica uma imagem fora de foco? Toda embaçada, não é mesmo?

Então, muitas vezes, não temos foco por falta de clareza de nossos objetivos. Ora, seja sincera, você tem o hábito de parar por um instante todos os dias para pensar em seu objetivo para aquela jornada?

Geralmente não, né? Mas não se desespere. Há muitos caminhos para exercitar e melhorar sua capacidade de focar naquilo que realmente é importante e necessário em seu dia a dia.

Visualize para ter foco

tecnica-de-meditacao-suleima-omar

Faça a técnica da visualização: feche seus olhos, relaxe sua mente e se imagine por alguns minutos como se já tivesse atingido seu objetivo. Lembre-se do quanto você quer atingir seu alvo, seja ele um objeto ou uma situação.

Por exemplo, quer ir para Paris? Então se imagine lá, tenha a sensação de estar lá, desenhe em sua mente as paisagens que verá, sinta o vento da Europa, as delícias que poderá saborear.

Quer um carro novo? Imagine-se dirigindo, sentindo o cheiro do carro novo, veja o destino que irá atingir com ele…

Ah, mas e se eu quiser algo mais amplo, como ser uma pessoa melhor? Simples. Imagine-se agindo como uma pessoa mais calma e experimente a sensação de ser mais calma durante esse tempo.

Visualize esses cenários com todos os detalhes em sua mente, cheiro, cor, movimento, pessoas e principalmente, emoções… faça isso durante 15 minutos e sinta a deliciosa sensação que ocorrerá quando abrir os olhos. Vai ser incrível.

Planeje e coloque no papel

papel-canetas-planejamento
Foto: Dominika Roseclay

Planeje e coloque tudo no papel, anote exatamente o que você quer, faça orçamento de quanto vai custar, estime o tempo que vai gastar…

Aliás, quero fazer uma parte sobre isso. Quando for colocar no papel, tome uma decisão verdadeira em relação ao prazo, não deixe em aberto. Muita gente diz: “ah, quando der eu emagreço” e com isso, só adia o sonho.

Por fim, anote quais serão suas ações (diárias ou mensais) até chegar lá. Faça colagens com fotos que pareçam com o que você visualizou na técnica anterior.

E, tão importante quanto, revisite este papel sempre. Deixe-o exposto em local de fácil acesso justamente para facilitar esta última etapa. Vai por mim, isso não é bobagem!

Encontre o seu motivo

Encontre algo que o motive a perseguir seu objetivo. Por exemplo, se eu for uma pessoa melhor, terei melhores relacionamentos, menos brigas e serei mais feliz.

Com isso, toda vez que quiser se desviar deste caminho, tem como se fosse uma âncora para te sustentar nele. Caso contrário, já sabe que ficará bem triste consigo mesma.

Apenas para ilustrar, vai… “Quero um carro, porque sem ele levo  duas horas para chegar ao trabalho, então, com um carro, ganharei tempo para estudar, ficar mais com meus filhos.

Este é apenas um exemplo. Agora que você já sabe o caminho, defina sua motivação.

Divida sua meta em partes

Divida sua meta em pequenas partes e comemore cada realização.

planejamento-divida-meta-partePode parecer bobagem, mas essa técnica ajuda tanto! Isso porque quando você pensa numa meta muito grande ou em algo muito difícil, pode ter preguiça ou medo e nem sequer começar. Ou então até começa, mas fica enrolando para terminar.

Agora, se dividir sua meta, você terá mais ânimo para cumpri-la e mais facilidade de manter o foco, afinal, a luz não fica assim tão no fim do túnel.

Quer ver só? Você definiu que quer ir a Paris daqui a dois anos e precisa guardar R$ 20 mil para essa viagem.

Pensar no custo total da viagem, pode te dar um desânimo e fazer a coisa parecer impossível. Agora divida esse valor pelos meses que faltam daqui até lá e veja se não fica mais viável.

Ah! E não se esqueça de comemorar a cada mês que conseguir guardar o dinheiro. O sentimento ligado àquela ação é o que vai te motivar.

Se, por outro lado, você guarda aquele dinheiro, mas fica triste porque teve que deixar de sair, vai ficar desmotivada e provavelmente vai deixar de guardar.

Então, pense em Paris e se sinta realmente feliz por ter guardado esse dinheiro!

Reconheça a auto sabotagem

O nosso cérebro nos sabota. E não é porque ele é um cara mau, é por conta dos nossos instintos de sobrevivência, desenvolvidos lá atrás, quando ainda éramos primitivos.

Bem, esse é um assunto que renderia um artigo só para ele (aguardem!). Mas, basicamente, nos sabotamos porque o prazer imediato chama mais a atenção que o prazer a longo prazo.

Por exemplo, chegar em casa, se jogar no sofá e assistir TV é muito mais gostoso do que estudar para passar num concurso ou ir à academia, não é mesmo?

Então, a motivação que comentamos há pouco precisa ser muito forte para que você não saia do foco e não se sabote.

Toda vez que vier aquela tentação de ficar só 5 minutinhos no sofá, pergunte-se: qual era mesmo o meu motivo para fazer diferente? Então tome contato com sua motivação e siga em frente.

Foto: John Mark Smith

Alimente seu cérebro corretamente

Abasteça seu cérebro com aquilo que a aproxima de seus objetivos.

Leia mais sobre Paris, procure depoimentos de pessoas que passaram em concursos, estude mais, leia livros, coloque vídeos motivacionais para assistir enquanto vai para o trabalho , enfim, pense sobre o que quer diariamente.

Essa prática é tão importante que dediquei um artigo aqui no blog especificamente a ela. Clique neste link para ler e alimente sua mente com o que faz bem.

Tenha disciplina e Constância

Tudo o que falamos aqui é fundamental. Mas colocar essas técnicas em prática só de vez em quando, não vai te trazer resultado.

O segredo do Foco é a constância! É você fazer a visualização de novo, quando achar que enfraqueceu. É saber mais sobre seus sabotadores e trabalhar isso em você, revisitar a sua motivação e checar se é aquela mesma a razão de você querer tanto esse objetivo.

Agora se você se questiona com frequência ou, ainda assim, tem muita dificuldade para colocar essas técnicas em prática, talvez seja a hora de procurar um profissional para te ajudar a resolver essas (e outras) questões.

O processo de coaching pega em suas mãos e te guia ao caminho da realização de sua meta. Já pensou em experimentar?

Ah! Se você usar essas dicas, me conte aqui nos comentários se te ajudou.

E se gostou do conteúdo, compartilhe, leia mais vezes para se inspirar e me acompanhe nas redes sociais.

4 comentários em “Por que você não tem foco?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s