Autoestima: saiba realmente o que significa e como melhorá-la

Você sabia que autoestima não está relacionada apenas às suas características físicas ou à sua maneira de vestir?

Pois é. Muitas pessoas acham que baixa autoestima é ter problemas em aceitar seu corpo, seu cabelo, seu jeito de se vestir, enfim. Mas saiba que baixo autoestima vai para muito além disso.

E pode influenciar vários aspectos da sua vida, como relacionamentos e até o sucesso profissional.

Por isso decidi abordar esse assunto hoje aqui no blog. Neste artigo você vai ver:

  • Afinal, o que significa a autoestima?
  • Como eu sei se tenho baixa autoestima?
  • Para além do que é feio ou bonito
  • Exercícios para melhorar sua autoestima

Afinal, o que significa a autoestima?

Muita gente acredita que ter autoestima é olhar para o espelho e se aprovar 100%. Se achar linda, gostar do corpo, do cabelo, gostar de tudo o que está impresso externamente em você.

E muitas situações que vivenciamos nos levam a acreditar que é isso mesmo, que precisamos nos enquadrar a um padrão estético. Mas autoestima vai além.

Quando o famoso psicanalista Sigmund Freud se referia à autoestima, a descrevia da seguinte forma: consciência de uma pessoa a respeito de si mesma e vivência do próprio valor, o que se refere a um sistema de ideais.

Em outras palavras, estamos falando do sentimento que a pessoa tem por si mesma e da estima de si, ou seja, de gostar daquilo que ela se tornou na vida.

Foto: Ryan Moreno

É confiar tanto em si, a ponto de saber que pode contar consigo mesma quando precisar porque reconhece todos os obstáculos que já superou e sabe que será capaz de superar outros que aparecerem.

Essa sensação aumenta muito sua confiança.

Então autoestima tem muito mais a ver com confiança em si mesma e em sua capacidade de superação, do que necessariamente com a cor dos olhos, do cabelo ou com o corpo magro.

E só para reforçar esse conceito, pare para pensar. Com certeza você conhece alguém que não tem o padrão de beleza ditado pela mídia, mas é completamente segura de si e autoconfiante.

Sabe aquela pessoa que parece ter luz própria e muito intensa? Então, na verdade, todos temos, mas essa pessoa é aquela que consegue enxergar essa luz.

Como eu sei se tenho baixa autoestima

A baixa autoestima pode ser acarretada, por exemplo, com o hábito de se comparar aos outros. E isso não somente em relação às suas características físicas, mas também considerando sua capacidade de comunicação.

Pode vir, ainda, de uma timidez, por medo de rejeição ou medo do não. Nesse ponto a pessoa pode ter dificuldades se estiver trabalhando com vendas, pois não saberá lidar com o não do cliente.

Não acreditar que é capaz de fazer boas escolhas ou ter um medo excessivo de se arrepender também são características da baixa autoestima. E daquelas que podem te paralisar. Você sabe, a dúvida é paralisante.

A falta de motivação e de objetivos também é uma forte característica da baixa autoestima. Ou, ainda, valorizar demais a opinião do próximo e deixar que ela tenha um impacto desproporcional em sua vida.

Bem, o que sempre digo é que não adianta querer nos encaixar em determinados tipos e padrões estabelecidos por outras pessoas. Cada ser humano é único, e só você pode conhecer aquilo que te faz bem.

E quando você se preocupa em se parecer com determinada pessoa, tenta ter o cabelo da Gisele Bündchen, por exemplo, ou gostaria de ser alta como ela, quando na realidade você tem um metro e meio, provavelmente, nunca conseguirá ser feliz plenamente.

É preciso reconhecer as joias que estão dentro de você, suas qualidades pessoais. Lembre-se que você é único no mundo.

Para além do que é feio ou bonito

Foto: Natasha Fernandez/Pexels

Aqui vai um adendo desse tema. Em geral nosso julgamento é sobre o que é feio e o que é bonito. Mas hoje quero te fazer uma outra pergunta: o que importa algo ser considerado feio ou bonito?

Muitas vezes já nos xingamos na frente do espelho, brigando com nosso próprio corpo, que é um tesouro que nos permite viver a vida. Aliás, a frase “cuide de seu corpo: você mora nele” foi repetida diversas vezes após ser proferida por Abílio Diniz. Mas às vezes nos esquecemos disso.

Nos incomodamos com o tamanho do nariz, da orelha da barba. Todos já fizemos isso na frente do espelho um dia, até mesmo as pessoas mais lindas que você conhece. E há quem faça isso ainda se tem algo que a deixa insatisfeita.

Mesmo as mulheres mais lindas do mundo têm coisas que gostariam de mudar. É muito raro encontrar alguém que ame 100% seu corpo.

Ok, Suleima, entendi que preciso amar o que tenho dentro, ter autoconfiança, mas ainda estou insatisfeita com muitas coisas em mim.

E aqui vai a grande chave: você pode ter pequenas insatisfações, mas não se xingue, não se puna e, principalmente, não se compare.

Lembre-se da afirmação do grande educador Paulo Freire: “Não há saber mais ou saber menos: há saberes diferentes”.

Não se amar, vai fazer com que você adoeça, com que se sinta incapaz de ser amada por outras pessoas, incapaz de receber uma promoção ou ter sucesso no trabalho.

Quando falta a energia do amor por si mesmo, falta energia para relacionamentos, para o trabalho, para a saúde física e para tudo na vida.

Exercícios para melhorar sua autoestima

Então agora eu quero te propor alguns exercícios para melhorar sua autoestima.

Olhe-se no espelho e procure reconhecer suas qualidades não físicas. Diga para si mesmo:

Foto: Yulia Pantiukhina/Unplash

Como eu supero desafios a cada dia!

É impressionante minha capacidade de superação!

Como eu tenho capacidade intelectual!

Como eu sei e aprendi a lidar com adversidades!

É impressionante minha capacidade de lidar com pessoas!

Minha capacidade de ouvir e ajudar o outro é admirável!

Ou, ainda, pronuncie aquela frase que faça sentido para você. Sabe aquele elogio que muitas pessoas fazem a você, mas que você não acredita ou nem dá bola.

Então, repita esse elogio para si mesmo diante do espelho.

Outra atividade é o bom e velho caderninho. Escreva nele todos os dias até que sua autoestima melhore.

Coloque uma nova qualidade que você enxergou em si mesmo naquele dia. Terá que encontrar ao menos uma por dia. Ah, aposto que não é tão difícil assim. É só exercitar um pouquinho que conseguirá encontrar.

Comece a achar motivos para se elogiar. Motivação é encontrar motivos aliados à ação.

sucesso-profissional-diario-gratidao

É claro que sempre precisamos considerar a possibilidade de buscar uma ajuda. Se a sua motivação estiver muito lá embaixo, talvez você precise da ajuda de um profissional… já pensou em procurar um coach?

Agora, se acha que esse ainda não é o caso, exercite-se. Corpo e mente. Enfrente a preguiça ou a descrença. Faça diariamente. E sinta a mudança que uma boa autoestima irá trazer para sua vida.

Depois volte aqui para me contar os resultados. (E aproveite para ler os próximos artigos. Toda semana temos um post novo).

Um comentário em “Autoestima: saiba realmente o que significa e como melhorá-la”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s